sexta-feira, 11 de dezembro de 2015

Filmes espanhóis


Experimentei e... gostei muito

Recentemente vi dois filmes espanhóis de que gostei e recomendo!!

 "Oito apelidos bascos" é filme espanhol com mais espetadores e receita de sempre. Com um orçamento de apenas 3 milhões de euros, o filme conta a história de amor entre um andaluz, representado por Dani Rovira, e uma jovem basca interpretada por Clara Lago.

Aqui fica o trailler: 

Depois de se fecharem algumas publicidades, consegue-se ver filme:


O outro filme, ou película, como dizem nuestros hermanos tem como título Perdiendo el norte

 Hugo e Braulio, dois adolescentes com formação universitária, cansados de não encontrar um emprego ou futuro na Espanha, decidiram emigrar para a Alemanha. Mas eles logo se apercebem que pode ser um pesadelo.
Trailler: 


Filme completo:
(com o drama das publicidades)
 aqui

quarta-feira, 2 de dezembro de 2015

Formação do IEFP

Experimentei... hablar español

A minha situação de «en paro» como dizem os espanhóis é já conhecida e por isso o IEFP resolveu ocupar-me com uma formação de ESPANHOL, dando-me  por isso apoios sociais para deixar as crianças no jardim até às 18h!! Sim, eu poderia ir busca-las às 15h30mim, mas em vez disso tenho que aprender espanhol até às 18h!!!!
Tenho que confessar que iniciei a referida formação deveras contrariada. Mas, tenho que dar o braço a torcer... a formação está a contribuir e muito para...
... o meu bem estar (já não é mau)!!!  
O grupo de formandos, é um grupo simpático (verdade), mas não deixa de ser 
 uma espécie de grupo de « Alcoólicos Desempregados Anónimos»
Na minha área profissional o espanhol não me serve para nada (ok, o saber não ocupa lugar).
A não ser, claro está, que eu resolva seguir a sugestão do nosso defunto ex primeiro ministro e emigre para Espanha (seguindo aliás o exemplo da minha irmã).
Ao mesmo tempo estou a frequentar 2 outras formações na minha área e essas sim, são importantes. Mas para essas não tenho apoios sociais pois não estou parada há 90 dias ou mais. (nesse caso entraria o famoso e complicado cheque-formação)
E esta hein?

sexta-feira, 13 de novembro de 2015

Prometo falhar

Experimentei e... não gostei

O livro prometo falhar de Pedro Chagas Freitas foi muito publicitado, para todo o lado que me virasse «chocava» com ele, por isso o livro estava na minha lista. A expectativa era muita.



Quando me cruzei com ele na biblioteca, agarrei-o com muita força!!
Quando comecei a ler... o que é isto? Afinal isto não é um romance, mas antes um conjunto de pequenas histórias de amor, textos soltos, até mesmo repetitivos, cansativos.
Fiz um esforço mas a colectânea de textos não me convenceu e deixei o livro ( é muito raro fazê-lo)
Fiquei portanto muito desiludida
É certo que tem frases e pensamentos bonitos, mas na minha opinião maçudo e aborrecido!!

Aqui ficam algumas das frases:






P.S. Tenho andado ausente do meu e dos vossos blogs, mas o estado de férias forçadas não me dá muito animo para cá vir. 

quinta-feira, 24 de setembro de 2015

Compras para o Inverno (em saldos)

Experimentei... vamos lá ver se gosto da qualidade!!

Consegui comprar botas para as crianças em saldos.
As dela (20€) são da Benetton e sei que se vão sujar todas. Mas achei tão giras que não resisti. 

As deles são mais resistentes e custaram cerca de 33€.


Nunca experimentei estas marcas. A ver vamos como corre...




quarta-feira, 23 de setembro de 2015

A Bastarda de Istambul

Experimentei e... gostei!
A Bastarda de Istambul foi o livro que acabei de ler. 
Devo confessar que o título deste livro atraiu-me de imediato e quando vi a capa, bem foi das capas mais giras que vi. Fiquei rendida. 
(A imagem não faz justiça à capa vista ao vivo e a cores!!)

No entanto, quando comecei a lê-lo a leitura não se fez tão rápida quanto eu pensaria. A autora apresentou alguns «cenas» desconexas demorando a entrar na história propriamente dita. Também tive alguma dificuldade em fixar o nome das personagens, mas nunca pensei largar o livro, pois não tenho por hábito faze-lo ( e ainda bem que não o fiz), e verdade seja dita a autora escreve de uma forma original... mas já o livro ia a meio quando a história começou a fazer sentido e se juntaram as peças todas.
O livro salta entre o passado e o presente,  e também entre dois continentes. Conta a história de duas jovens uma arménio-americana e a outra turca.
Através dessas duas personagens,  ficamos a saber mais sobre o antigo conflito arménio-turco ("entre 1915 e 1923  a arménia sofreu o que os historiadores consideram o primeiro genocídio do século XX, perpetrado pelo Império Otomano e negado até hoje pela República da Turquia. As mortes são estimadas em 1,5 milhão de arménios e a deportação de milhões de outros, fazendo com que a Arménia tenha uma diáspora gigantesca pelo mundo, de descendentes que fugindo das perseguições, tomaram o rumo de países como França, Estados Unidos, Argentina, Brasil, Líbano e muitos outros."- retirado da Wikipédia) .
Nota de rodapé: A Bastarda de Istambul levou a autora à barra de tribunal. Acusada de denegrir a imagem turca.

Algumas frases do livro: 
«Concede-me a benção dos ignorantes ou dá-me a força para aguentar o conhecimento. Ficarei grata com aquilo que escolheres, mas, por favor, não me tornes impotente e sábia ao mesmo tempo.»

«Todas as famílias felizes são parecidas, mas cada família infeliz, é infeliz à sua própria maneira.»

« O Homem nasce livre, mas em toda a parte vive acorrentado. Na realidade, a diferença é que o selvagem vive em si mesmo, enquanto o homem social vive fora de si mesmo e só pode viver na opinião dos outros, de modo que parece receber o sentimento da sua própria existência apenas através do juízo que os outros fazem a seu respeito.»

quarta-feira, 16 de setembro de 2015

Estou em «modo» termo de identidade e residência


Experimentei e... não gostei, não gosto, nem gostarei!

Como desempregada que estou, estou obrigada a apresentação quinzenal na junta de freguesia da minha área de residência ou no IEFP. «Nos entretantos» não convém afastar-me muito, não vá receber alguma convocatória para ir a uma reunião da treta. É que se faltas a essa reunião da treta injustificadamente corres o risco de perder o subsídio.


Por outro lado se por alguma razão tivesse sido constituída arguida, de algum processo crime, poderia ter-me sido aplicada a medida de coação menos grave de termo de identidade e residência, que consiste, para além da identificação do arguido e da indicação da sua residência, em o arguido ficar obrigado a comparecer perante as autoridades sempre que a lei o obrigar ou para tal for notificado.

Agora alguém me explique como se eu fosse muito burra.
Qual a diferença das duas situações?
Qual foi o crime que eu cometi?

sexta-feira, 11 de setembro de 2015

Lojas New Code

Experimentei e... gostei

Costumam comprar nas lojas New Code do Pingo Doce?
Confesso que na maioria das vezes me esqueço desta loja. 
Mas já lá encontrei verdadeiras pechinchas, principalmente em saldos.
Estas 2 saias (100% algodão), para a minha pequena, foram as mais recentes:
3€ cada uma!!


Apesar de estar quase a fazer 5 anos. O tamanho 4 fica-lhe bem. Aliás conto que ainda sirvam no próximo ano.

terça-feira, 8 de setembro de 2015

O Amor nos tempos de Cólera

Experimentei e... gostei


Acabei de ler: O Amor em Tempos de Cólera

escrito pelo famoso Gabriel Garcia Marques, nascido na  Colômbia.



Tenho que admitir que no inicio fiquei um pouco intimidada e confusa com tantos flashbacks e inserções de um enredo dentro do outro. Mas pouco a pouco fiquei «agarrada». A escrita do autor é singular.
Outra característica que se observa é a riqueza de detalhes, sendo fácil a elaboração de um cenário mental.

Resumo, resumido: 


Uma história de amor vivida ao longo de mais de meio século, passada numa cidade da América do Sul dos tempos coloniais (às portas do século vinte), onde os seus protagonistas, Florentino e Fermina, se perdem de amores um pelo outro nas suas adolescências, e só materializam esse mesmo amor cinquenta e três anos depois, após quase toda uma vida de idealização, por parte de Florentino, e de vivências frustradas, por parte de Fermina. 

Esta obra foi adaptada ao cinema por Mike Newell).
Com...

Javier Bardem
Giovanna Mezzogtorno
Benjamim Bratt

 Quero ver!!
Aqui fica o trailler:


( Prefiro ler o livro sempre antes do filme. Na grande maioria das vezes fico desiludida com o filme. A ver vamos...)

Deixo aqui algumas frases do livro:

 “Tinha ido descobrindo aos poucos a insegurança dos passos do marido, seus transtornos de humor, as fissuras de sua memória, seu costume recente de soluçar durante o sono, mas não os identificou como os sinais inequívocos do óxido final e sim como uma volta feliz à infância. Por isso não o tratava como a um ancião difícil e sim como a um menino senil, e esse engano foi providencial para ambos porque os pôs a salvo da compaixão.”
“Mas se alguma coisa haviam aprendido juntos era que a sabedoria nos chega quando já não serve de nada.”
“Bastou ao médico um interrogatório insidioso,primeiro a ele e depois à mãe para comprovar uma vez mais que os sintomas do amor são os mesmos do cólera.”
“– Responda a ele que sim – disse.– Ainda que você esteja morrendo de medo, ainda que depois se arrependa, porque seja como for você se arrependera a vida inteira se disser a ele que não.”

 “Mas ao contrário daquela vez não sentiu agora a comoção do amor e sim o abismo do desencanto. Num instante teve a revelação completa da magnitude do próprio engano.”
“Era ainda jovem demais para saber que a memória do coração elimina as más lembranças e e enaltece as boas e que graças a esse artifício conseguimos suportar o passado.”
 “Nunca teve pretensões de amar e ser amada, embora sempre nutrisse a esperança de encontrar algo que fosse como o amor, mas sem os problemas do amor.” 

Aqui fica o livro em formato pdf: https://oimaginariomundo.files.wordpress.com/2010/09/gabriel-garcia-marquez_o-amor-nos-tempos-do-colera1.pdf

segunda-feira, 7 de setembro de 2015

Os professores têm muitas férias. É verdade, sim senhora.

Experimentei...falar dos professores

Conheço o caso de uma professora de Física e Química que trabalha desde 2001. 
Sempre teve as férias «normais». Mas nos últimos 3 anos, a gaja tem férias até cansar!!
No ano passado teve férias até 15 de Outubro.
Antes desse até 25 de Setembro.
E antes desse, ainda, foi a loucura, descansou até 15 de Janeiro.
Este ano mais uma vez ela está de férias. 
Até quando??? Ai... isso está no segredo dos Deuses!!!
Como é que eu sei estas coisas todas, perguntam vocês??

Pois bem, a professora de férias sou eu!!





terça-feira, 25 de agosto de 2015

MAC

Experimentei....os serviços do INEM


25 de agosto de 2010 - grávida de 26 semanas

Que noite mal dormida. Passei a noite no wc. Cada vez que lá ia era um desconforto que só aliviava quando voltava a deitar-me. A natureza humana é mesmo perfeita. Ainda as crianças não estão cá fora e já estás a fazer estágio em noites mal dormidas. Não te podes lamentar mais tarde e dizer que não estavas preparada.
Já havia alguns dias que a comichão na barriga não passava e por isso tinha combinado com o obstreta ir ter com ele ao hospital. Cheguei ao hospital, mas tive que entrar sozinha. Para que o papá pudesse entrar tinha que ter o BI/CC. Ele voltou ao carro e eu lá fui encontrar o Sr. Dr.no corredor. Contei-lhe que a noite havia sido estranha. Pôs-me a mão na barriga, mandou-me entrar e fiz eco. 
Vi uma cara feia.
Alguns segundos depois disse-me o que eu já tinha percebido. 
«Vão nascer hoje». 
Chorei baba e ranho. 
De repente estava muita gente à minha volta. 
Faziam-se telefonemas. Era preciso saber qual o hospital em Lisboa que tinha 2 vagas no serviço de neonatologia.
Colocaram-me numa maca, vestiram-me roupa de hospital. Comecei a ser picada. Uma das picas foi para a maturação dos pulmões dos meus filhos que tinham cerca de 26 semanas e ainda menos de 1kg.
Saí da sala, já na maca, a caminho da Maternidade Alfredo da Costa, numa ambulância do INEM com um saco de plástico preto aos pés onde guardaram a roupa que eu trazia vestida.

Entretanto o papá estava lá fora, no corredor sentado à minha espera sem saber de nada. Viu alguém sair e pensou: «vai ali alguém com pressa...». Demorou alguns segundos a perceber que era eu e os filhos dele...

domingo, 16 de agosto de 2015

Post-Mortem

Experimentei e....não gostei


Há uns 3 dias acabei o livro:



Sinopse: 

«É um homem metódico, disciplinado, bárbaro: mata por prazer. As pistas até ele se perdem pelas ruas. A doutora Kay Scarpetta, médica-legista, examina as vítimas, mulheres que não podem lhe dizer nada a não ser pelos vestígios que trazem no corpo. E no corpo delas há um brilho produzido por alguma substância química. Qual? A doutora Scarpetta precisa descobrir logo, se quiser evitar a próxima vítima. E precisa conviver com a contradição: usa em suas autópsias os recursos mais avançados da ciência e da tecnologia, mas esse aparato se destina a penetrar em mentes tão perturbadas que parecem aquém de toda humanidade. Em outro plano, precisa lidar ainda com o fato de que alguém próximo, mas interessado em destruir sua carreira, está sabotando a investigação.»

É o primeiro romance, que inicia uma série de narrativas policiais que se tornaram bestsellers, e parece que recebeu vários prémios, há por aí muitoas fãs desta série de livros, mas eu... não pretendo continuar a seguir Scarpetta!!! 

Eu achei o livro um pouco chato. Talvez a culpa seja do livro ter escrito em 1990 e eu lê-lo apenas agora, numa altura que já «papei» temporadas e temporadas de CSI, Ossos, Mentalista e afins...

sábado, 15 de agosto de 2015

Grutas de Mira de Aire

Experimentei e... gostei 

Há uns dias atrás fui visitar as grutas de Mira de Aire


Aspectos curiosos:
  •  Foi em 1947 que, pela primeira vez, alguns homens tentaram explorar esta gruta
  • A abertura ao público fez-se a 11 de agosto de 1974.
  • Na categoria de "Grutas e Cavernas”  as grutas foiram eleitas, a 11 de setembro de 2010, como uma das 7 Maravilhas Naturais de Portugal.
  • As grutas mantêm a mesma temperatura ao longo do ano, cerca de 17ºC
  • São as maiores grutas turísticas de Portugal, mas para o público apenas estão abertos cerca de 600m dos 11 km que as compõem.
  • há um espaço dentro da gruta onde podem decorrer eventos: batizados, concertos, ... (fosse eu rica!!!)






(à excepção da primeira, as fotos foram retiradas da net)

Faça uma Visita Virtual aqui ou veja este vídeo:



No espaço envolvente às grutas e existem bangalows para alugar, restaurante, parque aquático.
Os bangalows têm muito bom aspeto e o preços são simpáticos. 



É possível comprar um bilhete conjunto parque aquático e grutas. É mais económico!


Outras informações:

HORÁRIOS

De Outubro a Março -  das 9h30 às 17h30
Abril e Maio -  das 9h30 às 18h00
Junho e Setembro -  das 9h30 às 19h00
Julho e Agosto -   das 9h30 às 20h00

ABERTAS TODOS OS DIAS


Tarifário 2015 (preços por pessoa)  

Grátis   Crianças com idade inferior a 5 anos
3,80 €  Crianças entre 5 e 11 anos
6,50€   Visitantes com idade igual ou superior a 12 anos
5,85€   Grupo com um mínimo de 20 pessoas (desde que tirados em conjunto por uma única pessoa)



Nota: Gostei muito das grutas, mas não gostei da localidade, desculpem-me...

segunda-feira, 3 de agosto de 2015

Filhos versus situações embaraçosas

Experimentei... situações embaraçosas

Acredito que todos os pais já passaram ou irão passar por situações embaraçosas.
Pois bem, a minha vez acabou de chegar.
E diz a criança:- « A senhora tem o cabelo azul»

- « Aquele senhor tem um totó, é um bocado estranho»
- «Mamã, mamã, aquele senhor é baixinho» (risada)
- « Aquele senhor tem um bebé na barriga»
- «Por que é que o Sr. tem brinco? Só as senhoras é que têm brincos»

Como se não bastasse o conteúdos das afirmações, há sempre um dedinho indicador no ar.

P.S. Parece-me a mim que este post poderá ser editado muitas vezes!!! Tenho um feeling

domingo, 2 de agosto de 2015

Queimada Viva


Experimentei e... gostei

Esta foi a minha última leitura. Comecei num dia e acabei no seguinte, não conseguia parar.

Sinopse: 
«Souad tinha dezassete anos e estava apaixonada. Na sua aldeia da Cisjordânia, como em tantas outras, o amor antes do casamento era sinónimo de morte. Tendo ficado grávida, um cunhado é encarregado de executar a sentença: regá- -la com gasolina e chegar-lhe fogo. Terrivelmente queimada, Souad sobrevive por milagre. No hospital, para onde a levam e onde se recusam a tratá-la, a própria mãe tenta assassiná-la.
Hoje, muitos anos depois, Souad decide falar em nome das mulheres que, por motivos idênticos aos seus, ainda arriscam a vida. Para o fazer, para contar ao mundo a barbaridade desta prática, ela corre diariamente sérios perigos, uma vez que o “atentado” à honra da sua família é um “crime” que ainda não prescreveu.»

Queimada viva é o testemunho de uma sobrevivente que, ao contrário de muitas mulheres na sua situação, conseguiu escapar à morte pelo fogo, encomendada pelos próprios pais.


É um livro que choca. 

Para o pai, Souad vale menos do que um animal.

«Se o teu pai te disser “não saias deste canto a vida inteira”, tu ficas nesse canto toda a vida. Se o teu pai te puser uma azeitona no prato e te disser “hoje não comes mais nada”, tu não comes mais nada.

Um facto que descobri aqora: Este livro tem sido muito criticado por se pensar que a história de Souad possa ser apenas ficção!!! 
Independentemente dessa possibilidade considero um livro de leitura obigatória

sábado, 1 de agosto de 2015

Norpark - Parque aquático

Experimentei e... gostei

Com,o já disse aqui, adquiri um voucher para o Norpark na Nazaré. 
Este parque aquático, não é um GRAAANDE parque se compararmos com os parques mais mediáticos do Algarve, mas fiquei agradavelmente surpreendida.
Existe um palco, onde na maior parte do tempo há animação:
Mini-concerto, ginástica, apresentação de animais exóticos . Animais esses que depois circularam pelo parque ( toquei numa cobra, não há fotos, mas é verdade!!!).
Existem nadadores salva vidas em elevado número (se bem que nunca são demais) 

Pois bem, aqui fica a reportagem...essencialmente fotográfica.

Escorregas:

 (foto da net)

 (foto da net)

Imensas zona verde.... e sombras!


Piscina infantil:

(foto da net)

 
(foto da net)

(foto da net)






Piscina semi-olimpica, piscina de hidromassagem e  hidroginástica:


 (foto da net)

(foto da net)

Também tem jacuzzi, mas não tenho fotos.

É um lugar onde pretendo voltar!



sexta-feira, 31 de julho de 2015

Aproveitar interior de portas para organização

Experimentei...e gostei


Existem vários  livros e técnicas que sugerem dicas de organização.

Para mim uma das mais importantes é que tudo deve ter o seu lugar.


Aqui ficam exemplos de algumas dicas de organização. 
Em comum o aproveitamento do interior de portas.
Estas são as humildes sugestões cá de casa:

As luvas da loiça ainda não tinham O lugar. Até que...


Os meus menus semanais (tenho previstas 12 semanas diferentes):


O aproveitamento tradicional...



Outas ideias retiradas da net

Uma das minhas preferidas, tenho que convencer o meu marido a testar as suas habilidades de carpinteiro:




Medidor de alimentos:


Chaveiro e porta papéis:


Esta é uma solução que eu preciso cá em casa. As minhas tampas estão sempre numa autêntica dança:



Esta também dava jeito...



 Gosto especialmente desta:


Mais algumas sugestões:



quarta-feira, 22 de julho de 2015

Cocó na fralda

Experimentei e... resultou 

Não, não vou falar do blog. Vou partilhar «O Truque», sugerido pelo pediatra, que funcionou para que os meus filhos deixassem de fazer cocó na fralda.

Tendo em conta que eles faziam o xixi na sanita com redutor, há muito tempo e que não havia maneira de fazerem também o cocó, o pediatra colocou-me a seguinte questão: Já tentou fazer cocó com os pés levantados?

Não, claro que não!!

Pois bem, seria  então necessário arranjar uma base para que os meus filhos colocassem os pés.

Assim sendo o meu marido tratou logo do assunto:


Outra sugestão do pediatra foi dedicar-me apenas a um dos filhos, no que ao cocó diz respeito. Pois sendo gémeos, quando um atingisse o objetivo o outro não tardaria a seguir-lhes os passos. ( Pormenor que eu aliás já aprendera, mas não tinha aplicado nesta situação)

Assim sendo, depois de meses, consegui a solução do problema numa semana.
Agora a «caixa» da imagem (do lado inferior é aberta) está na garagem a guardar ferramentas do papá.

A propósito deste assunto encontrei um vídeo HILARIANTE!!!
Motivo? Caras de bebés a fazerm cocó... ao som da música de «2001: Odisseia no Espaço»


video

segunda-feira, 20 de julho de 2015

Whatsapp ou Viber?

Experimentei e... gostei


WhatsApp e o Viber são as duas maiores aplicações usadas para enviar mensagens completamente grátis quando estamos ligados uma rede wifi ou 3G. 


Será que as tradicionais SMS têm os dias contados??

Desde que a minha irmã do meio (Ana) foi para Espanha passei a utilizar a aplicação WhatsApp. 


Estas aplicações permitem a custo zero,  desde que se tenha acesso a internet, o envio de mensagens de texto, imagem e vídeos. É possível também estabelecer chamadas de voz. A qualidade das chamadas é muito boa, desde que haja um bom sinal de rede para enviar e receber dados. Como falo sempre que estou em casa, não noto nenhuma diferença para as chamadas tradicionais.

É bastante simples de usar, não existindo necessidade de criar contas no serviço. Para se realizar uma comunicação, estas aplicações:
 «sincronizam a conta criada ao número de telefone possibilitando assim, a comunicação entre smartphones. Como o consumo de dados é bastante baixo, a troca de mensagens é praticamente de grátis mesmo quando utilizamos o pacote de dados. Após a instalação e a identificação, ambas as aplicações sincronizam os nossos contactos com aqueles que também usam a app, assim se um amigo teu ou familiar possuir um smartphone com qualquer uma destas aplicaçõessenger identifica os utilizadores através dos contactos telefónicos mantidos no smartphone (iPhone ou Android).»

O Viber possui um enorme diferença em relação ao WhatsApp: a capacidade de realizar chamadas de voz para outros contatos que também possuam o Whatsapp instalado.


Porém, é possível utilizar os dois ao mesmo tempo no aparelho, para poder usufruir das vantagens que cada serviço oferece.